Blog

Aqui você vai encontrar tudo o que precisa para começar nessa profissão!

Como conseguir clientes?

Antes de entrarmos no tema do post de hoje, ‘Como conseguir clientes’, temos que esclarecer uma questão que sempre gera dúvidas quando se trata do trabalho de assistência virtual.

De modo geral, recebemos muitos questionamentos das pessoas que nos seguem nas redes sociais, que perguntam:

onde encontro uma vaga de emprego?

Então, vamos esclarecer que ser assistente virtual não tem nada a ver com vaga de emprego. 

Porque ser assistente virtual é construir seu próprio trabalho.

Mas se você quiser entender melhor sobre isso, temos um vídeo que você pode acessar aqui .

Portanto, se não estamos falando de vaga emprego, torna se relevante que você busque se preparar para conseguir seus próprios clientes.

Mas como se faz isso?

Como me preparar para conseguir meus próprios clientes?

O 1º passo é ter aquele olhar para si mesma e responder à seguinte pergunta:

‘Que serviços eu posso prestar como assistente virtual?’

Respondendo a essa pergunta, você deve também pensar e definir para quais tipos de clientes, ou nichos, que você pode ofertar seus serviços de assistência virtual.

Mas ressalto que o meu pensamento vai um pouco na contramão dos que pregam que em se tratando de negócios digitais, é necessário nichar o mercado.

Pela minha própria experiência pessoal ao começar a trabalhar como assistente virtual, fui surpreendida por atrair clientes que não estavam listados nos nichos que eu havia pensado em atuar.

E para confirmar ‘minha tese’, de que ao começar a atuar como assistente virtual não é interessante nichar o seu mercado, temos vários cases de alunas do nosso curso , que obtiveram mais sucesso em seus negócios não trabalhando apenas para alguns nichos específicos.

Porém, com o passar do tempo e ao longo de suas jornadas, algumas já começam a “nichar’ o seu mercado.

Mas esse movimento vem de forma natural, à medida que você passa a se tornar uma especialista em certos nichos de mercado.

Portanto, abandone a ideia de escolher um determinado nicho para começar a prospectar seus clientes.

E para te ajudar, baixe aqui o nosso e-book com algumas dicas sobre como mapear seus serviços e direcionar aos clientes que possam interessar por eles.

Sugerimos que você liste à partir de suas experiências, habilidades e gosto pessoal uns 2 ou 3 nichos que possam se interessar pelos seus serviços.

Em seguida, você também vai listar quais os tipos de clientes que você gostaria de atender.

Sim, isso mesmo! 

Pois será através das suas experiências pessoais, seus hobbies e daquilo que te atrai que você conseguirá compreender melhor o universo daquele segmento que você se identifica mais.

E tudo isso lhe servirá de insumo para construir melhor  o seu discurso, a sua comunicação para atingir esse cliente com mais assertividade.

Feito isso, vamos avançar um pouco mais?

Agora, iremos te sugerir 3 formas de atrair seus clientes:

A primeira delas, que considero a mais importante, é:

pratique o networking e construa relacionamentos.

Porque quando se trata de oferecer os serviços de uma assistente virtual, estamos falando também de ‘vender confiança’.

O seu potencial cliente precisa confiar em você, já que muitas vezes você estará lidando com dados sensíveis, como por exemplo, a gestão financeira do negócio dele.

E em se tratando ainda de conquistar a confiança do cliente, temos observado que um serviço que vem crescendo muito a demanda é o gerenciamento de agenda.

Ou seja, atente se que ao gerenciar a carteira de clientes do seu  cliente, você estará lidando também com seu patrimônio.

Mas como devo construir essa base de confiança com o meu cliente?

Primeiramente, crie conexão.

Uma das formas mais eficientes para isso é ir a eventos presenciais. 

Pois embora a atividade de um assistente virtual seja basicamente realizada de forma remota, participar de eventos presenciais é muito importante para estabelecer boas conexões.

Então,  fique de olho na agenda de eventos da sua cidade!

Pesquise também eventos de empreendedorismo no Facebook e em sites, como associações comerciais e de entidades como o Sebrae. Ressaltando ainda que muitos desses eventos são gratuitos.

Nesses eventos, além de fazer networking com clientes em potencial, você terá a chance de praticar o seu discurso ao explicar para as pessoas o que você faz. E quanto mais você praticar, mais você vai aprimorando a sua fala.

Mas se você reside numa cidade de pequeno porte-onde esses eventos não menos frequentes - ou tenha outro motivo que a impeça de estar presencialmente nesses eventos (como a maternidade, por exemplo) - outra forma de se fazer networking é optar pelos canais on line, como grupos de Facebook e Whatsapp.

Em geral, nesses grupos existe uma infinidade de profissionais das mais diversas áreas, com diferentes problemas a serem solucionados. O que se torna uma boa chance para você criar condições para ofertar o seu trabalho.

Pois não basta apenas fazer parte desses grupos. É necessário que você interaja!

Então, procure interagir de forma efetiva: comente, curta, e não fique apenas tentando vender o seu serviço.

A interação é justamente o segundo ponto para se conquistar a confiança dos clientes. 

Já que criar relacionamento, é como plantar hoje para colher no futuro.

Ao interagir nesses grupos, tente na medida do possível contribuir com seus conhecimentos. 

Seja útil de alguma forma!

Não se esqueça de que estamos falando aqui de uma construção de confiança.

E toda construção requer tempo, paciência e persistência.

A segunda forma de conseguir clientes é através da prospecção.

Que consiste, basicamente, em elaborar uma lista de possíveis clientes com os devidos contatos (como telefone, email, etc), ou até mesmo fazer uma busca por perfis de pessoas ou empresas nas mídias sociais, como o Instagram, destacando alguns segmentos que você deseja divulgar seus serviços. 

Em seguida, crie através de alguns canais de comunicação, como contato telefônico por exemplo, um discurso onde você possa se apresentar e oferecer seus serviços.

E não se esqueça de destacar em seu discurso alguns atributos da sua oferta (que dor eu resolvo?) e os benefícios que ele (o prospect) possa ter ao contratar uma assistente virtual. 

Assim, você irá não somente atrair a atenção do seu interlocutor ou leitor, como também poderá despertar lhe o desejo em conhecer um pouco mais do seu trabalho.

E isso vale também para a prospecção através de mídias sociais: construa seu discurso e mais uma vez seja ativo nas redes, estabelecendo pontos de contato com o seu prospect ao curtir e comentar seus posts. 

Então, nada de apenas criar seu perfil temático no Instagram e ficar esperando os clientes virem.

A terceira e última forma de conseguir clientes, ainda que não seja a minha preferida, é a adesão às plataformas de serviços remotos. Que apesar de alguns pontos não favoráveis, pode ser uma porta de entrada para se conseguir os primeiros clientes.

Para facilitar sua busca, vamos listar aqui algumas dessas plataformas, como a Freelancer, Workana, Getninjas, Up Work...

E agora temos também a Just Virtual, idealizada por mim, Camile Just, e que é a primeira plataforma do Brasil exclusivamente dedicada aos assistentes virtuais.

Mas retomando às plataformas existentes hoje no mercado, um dos pontos pouco favoráveis  que percebo seria o fato das mesmas incentivarem uma espécie de leilão, já que os clientes que as acessam buscam quase sempre por preços mais baixos.  

E isso dificulta de você agregar valor ao seu serviço. Ou seja, muitas vezes você não terá a chance de ressaltar os atributos e benefícios do seu serviço, já que em algumas situações o cliente descreve o que precisa e espera apenas que você se enquadre no preço que ele está disposto a pagar.

Uma boa dica é: ao preencher o seu perfil nessas plataformas, tente ao máximo destacar suas experiências passadas, suas habilidades, pontos fortes e sobretudo aquilo que você se julga ser boa em fazer.

Por isso que nosso trabalho no curso ‘Como ser assistente virtual’ é focado em ajudar você a construir e agregar valor ao seu serviço.

A ideia é criar condições para que você consiga valorizar o seu trabalho e prosperar na venda de seus produtos e serviços.

Mas ressaltando que, ainda que você não consiga se estabelecer numa faixa de preço condizente à sua entrega, algumas vezes a adesão a essas plataformas irá fazer você ganhar experiência, ao formar o seu portfólio com os primeiros clientes, o que irá lhe proporcionar mais confiança em você mesma.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis e desejamos sucesso em suas prospecções.

Posts mais recentes: