O que você precisa saber e fazer para ser Assistente Virtual

Publicado em: 05/09/2020
Tags:
Trabalhe em casa

Ser assistente virtual é ter autonomia de trabalhar de casa, escolher o assunto com o qual quer atuar, fazer seus horários e empreender. Quem nunca pensou em conciliar o trabalho e um tempo de maior qualidade com a família? Poder prestar serviços de forma virtual e ter a liberdade de morar onde quiser? Organizar seus horários para poder fazer exercício no meio do dia? Como assistente virtual, tudo isso é possível.

Para começar essa jornada, no entanto, é preciso se organizar e mudar a forma de pensamento. Já falamos por aqui sobre os quatro passos para se tornar assistente virtual, agora vamos te dar três dicas de o que precisa saber e fazer para iniciar sua carreira de  empreendedora. Confira:

1) Se desfazer do “espírito” CLT

Quando falamos em “se desfazer do espírito CLT” nos referimos a quebrar um padrão ao qual somos expostos desde muito novos. Em cada etapa da vida somos ensinados a obedecer alguém, a ter alguém responsável por nossos atos e a decidir qual será nossa próxima atividade.

Quer ver como é verdade? Na escola precisamos de um professor para se responsabilizar por nosso aprendizado; na faculdade, coordenadores de curso decidem quais assuntos dentro de uma área de conhecimento devemos nos aprofundar; em uma empresa, executamos apenas as funções que os chefes nos dizem que precisam ser executadas. 

Para empreender e ser uma assistente virtual, no entanto, é preciso desenvolver uma auto responsabilidade, ou seja, é você quem decidirá em qual área quer atuar, em quê se aprofundar e o que irá fazer. Para tal é preciso muita disciplina para cumprir com o que se dispôs a realizar, organização para definir a prioridade das atividades e planejamento para fazer tudo da melhor forma possível.

2) Superar a timidez

Depois de entender essa dinâmica, é preciso se desprender da timidez para criar uma voz própria. Só dessa forma será possível executar o próximo passo, as vendas. Para isso, a dica mais valiosa é: fale. Conte para todo mundo que você é assistente virtual, explique qual é o seu nicho e quais atividades pode executar. Ao falar disso com a família, amigos e conhecidos você aprimora seu discurso e terá mais segurança quando for explicar esses pontos para um cliente. 

Além disso,  falar  sobre  isso com as pessoas é também um exercício de autoconhecimento. Você vai precisar explicar quem você é sem mencionar um cargo ou uma empresa, vai dizer o que faz e no que é boa, explorando suas habilidades de comunicação e persuasão. 

3) Conseguir os 3 primeiros clientes

Tendo  uma rotina de trabalho organizada e o discurso ensaiado é hora conseguir clientes. Uma dica é fazer um protótipo da sua nova atuação por meio da oferta de serviços de graça para um primeiro cliente. Assim, você vai entender quais são as dores do seu público e como entregar o que ele precisa na prática. Isso ajuda a desenvolver confiança.

Dessa forma, quando for vender seus serviços, pode criar um discurso com base em fatos reais. É por isso, também, que dizemos que depois dos três primeiros clientes tudo fica mais fácil. Você já terá segurança nas atividades que executa, saberá se vender de forma mais convincente, conhecerá as dores do cliente e ainda criará uma rede de promotores — os outros clientes que podem te indicar para conhecidos. 

Aprenda com o exemplo

Sabemos que o começo não é fácil, mas seguindo essas dicas é possível já iniciar com o pé direito e estar preparada para os desafios que surgirão. Camile Just, uma das pioneiras nesse mercado no Brasil enfrentou exatamente esses três desafios no começo de sua carreira como assistente virtual, veja como foi a trajetória dela neste vídeo

……

Gostaria de se tornar um/a Assistente Virtual?  Conheça mais sobre o curso Como ser Assistente Virtual e sobre a profissão em: https://curso.comoserassistentevirtual.com.br/

Publicações Relacionadas

6 Comentários

  1. Flávia Cristina da Costa Fernandes

    Boa tarde

    Terei acompanhando de sua equipe para melhorias e conhecimentos em todas etapas.

    Responder
    • Camile Just

      Olá, Flávia!
      Sim, durante o período de acesso ao curso (um ano) você tem o suporte meu e da minha equipe para tirar dúvidas… mas, o melhor mesmo é ter uma rede de assistentes virtuais – alunas e ex-alunas – que estão sempre dispostas a ajudar! A nossa comunidade é praticamente um bônus que vem com o curso e com ela você poderá contar para sempre!
      Tem muitos casos de parcerias surgindo entre AVs que prestam serviços diferentes e se apoiam mutuamente para um mesmo cliente; tem sociedades que surgiram nas aulas; tem muita troca e incentivo. <3

      Responder
  2. Rosy

    Boa noite ,gostaria de saber como e onde vc consegue esses primeiros clientes?

    Responder
  3. Alexandre

    Temos que sempre aprender coisas novas.

    Responder
    • Camile Just

      Isso mesmo, Alexandre! O aprendizado constante é um dos atributos essenciais que o profissional precisa ter para se destacar no mercado.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.